sexta-feira, 17 de março de 2017

Os homens que as mulheres procuram não estão nas boates

As mulheres de hoje não param de reclamar dizendo que não conseguem encontrar os homens que elas desejam nas festas onde frequentam. Mas se esquecem de alguns detalhes que podem indicar que na verdade, elas estão procurando no lugar errado, como alguém que tenta encontrar fios de cabelo em uma casca de ovo.

Na sociedade brasileira, as regras de convívio costumam ser bem rigorosas. É por isso que os hábitos, gostos e convicções dos brasileiros são tão iguais entre os indivíduos. Há um medo e uma intolerância a tudo que foge das regras sociais e quem é diferente é automaticamente excluído da boa convivência.

Essas regras sociais estipularam regras fixas de conquista afetiva. As regras são feitas pelas mulheres, mas baseadas nos pensamentos machistas dos homens privilegiados (capazes de poder, força e sustento), ou seja, no que eles querem. Os homens que fogem desse perfil não tem o direito de criar ou influenciar a criação de regras.

E uma dessas regras inclui condições para que as mulheres possam ser conquistadas. As mulheres só topam paquerar em duas situações, nesta ordem de importância:

- Em lugares onde possam ver seus pretendentes de maneira regular e cotidiana. Exemplos: escola, trabalho, vizinhança, igrejas ou qualquer grupo social fixo e/ou rotineiro. Ou seja, nesta situação, para que a mulher se interesse por um rapaz, ele tem que estar fazendo parte da vida dela.
- Em lugares estipulados pelas regras sociais (reguladas pela mídia) como "propícios" para paqueras, como carnaval, noitadas, bailes, boates, barzinhos e qualquer tipo de festa.

Para quem não se encontra em nenhuma destas situações, a realização afetiva se torna quase impossível. Argumentam as mulheres que só estão dispostas a paquerar nas duas situações citadas por uma questão de confiança, por medo de pegarem os homens errados. Mas é uma desculpa esfarrapada, pois nem isso impede as mulheres de se envolverem em relacionamentos fracassados.

Além disso, para quem não confia nos homens que vai encontrar em lugares sóbrios como bibliotecas, é estranho achar que num barzinho, onde quase todos os homens estão no mínimo levemente embriagados, possa se encontrar alguém mais confiável.  Muito estranho.

O que as mulheres devem saber é que na verdade, os homens aos poucos estão largando as boates e similares. daqui a um tempo, apenas os homens que nada querem a sério frequentarão estes lugares. Então porque insistir em encontrar um cavalheiro romântico em um ambiente de bebedeira? É como procurar carneirinhos em um habitat de lobos.

E é por isso que as mulheres não estão encontrando os homens que elas querem nesses ambientes. Eles podem estar em outros lugares, fazendo coisas bem mais importantes do que ficar enchendo a cara e falando bobagens.

Se as mulheres querem algo sério, que procurem seus pretendentes em lugares sérios. Ou se contentem com os verdadeiros idiotas enterrados no sofá a berrar cada vez que uma bola entra em uma rede, desprezando as mulheres com que se uniram, mas que são valorizadas pelos outros homens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.